Partilhe e divulgue

Acompanhe este blog e divulgue. Obrigado pelo momento de leitura...


domingo, 9 de abril de 2017

Parabéns caro amigo


Festeja, este é o teu dia
hoje faz anos que nasceste
encara a vida com alegria
não há dois dias como este.

Que tenhas muitas felicidades
que seja sempre boa a tua vida
que hoje mates as tuas saudades,
que esta data não seja esquecida.

Tudo de bom caro amigo
mostra a alegria que tens
que o bem esteja contigo
recebe os meus parabéns.

José Couto

(Para desejar os parabéns a um amigo)

sábado, 8 de abril de 2017

Oração a São Miguel



São Miguel Arcanjo, protector
os policias estão na tua mão
alivia a cada dia sua dor
protege-os na sua missão

São Miguel Arcanjo, guerreiro
tu que és o arcanjo principal
tu és dos polícias padroeiro
na luta do bem contra o mal

Os policiais precisam protecção
pois são meros seres humanos
que desempenham a sua missão
no meio dos perigos mundanos

São Miguel Arcanjo, protegei
todos os polícias dos perigos
defendei estes homens da lei
e todos que deles são amigos.

José Couto

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Cada sorriso...



Cada sorriso que me dás
é uma fonte de alegria
estar sempre onde tu estás
era o que eu mais queria.

Tua presença faz-me bem
o teu amor faz-me viver
contigo vou mais além
mesmo depois de morrer

És o melhor da minha vida
a luz brilhante que me guia
és a minha estrela preferida
só tu alegras o meu dia.

Minha mulher, meu amor
tu és o meu verbo amar
lê este poema por favor
feito para te eternizar.

José Couto







quinta-feira, 6 de abril de 2017

Minhas mãos


Minhas mãos calejadas
pela dureza desta vida
precisam ser lavadas
para curar esta ferida.

Minhas mãos são o pão
com elas eu me sustento
trabalham em contramão
não sei como aguento.

Minhas mãos são de luta
com elas eu me defendo
preparadas para a labuta
só com elas me entendo.

Minhas mãos que estrago
ficam marcadas pela dor
com elas laboro e te afago
demonstrando o meu amor.

José Couto

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Santo Tirso respira poesia


Santo Tirso tem poesia
terra adorada de poetas
escrevem com alegria
fazem melodia de letras

Santo Tirso é um poema
para declamar com alma
Santo Tirso é o meu tema
escrito à mão com calma.

Santo Tirso é um verso
escrito a luz das estrelas
espalhadas no universo
iluminam suas capelas.

Santo Tirso respira poesia
com poemas de encantar
no sentimento e cortesia
a poesia anda solta no ar.

José Couto

terça-feira, 4 de abril de 2017

Sonho ser


Sonho ser livre um dia
e talvez poder voar
era o que mais queria
poder pairar no ar.

Sonho poder ser forte
para levantar o mundo
livrar alguém da morte
até só por um segundo.

Sonho ter amor eterno
e senti-lo para sempre
tal como o amor materno
que traz o filho no ventre.

Sonho só aqui ser feliz
e dar ao mundo alegria
tudo o que sempre quis
era ser Deus por um dia.

José Couto

segunda-feira, 3 de abril de 2017

O que desejo


O que desejo na vida
acima de tudo alegria
uma vida bem vivida
era o que eu queria.

O que desejo na vida
poder ver a luz do dia
a tristeza adormecida
e uma alegre melodia.

O que desejo na vida
é viver bem sem folia
ter a cabeça erguida
e fugir da anarquia.

O que desejo na vida
a luz que me alumia
é Matilde, Margarida
é a Beatriz e Sofia.

José Couto

domingo, 2 de abril de 2017

Juízo final



Cheguei aqui senhor
só me resta suplicar
apelar ao seu amor
e ainda me salvar.

Estou eu agora aqui
para pedir perdão
pelo tempo que vivi
finda a minha missão.

Levei a vida como quis
agora o meu juízo final
julgue aquilo que eu fiz
pese o meu bem e o mal.

Eu tentei ser do bem
tentei ser bondoso
aqui estou no além
seja misericordioso.

Peço perdão senhor
por todo o mal que fiz
me faça sentir a dor
ou eternamente feliz.

José Couto

sábado, 1 de abril de 2017

No jardim


Estive lá fora a brincar
no meio do jardim ao sol
sentado na relva a olhar
a lentidão de um caracol.

Numa flor pousa a abelha
procura pólen para o mel
uma linda rosa vermelha
as pétalas parecem papel.

Na parede uma joaninha
que coisa mais amorosa
de repente voa sozinha
e pousa na flor cheirosa.

Passa a borboleta a voar
bate suas asas coloridas
parece uma flor a pairar
no meio das margaridas.

José Couto

quinta-feira, 30 de março de 2017

Sonhar sem limites


Abre as asas, anda voar
no mundo dos sonhos
mesmo nos medonhos
é fácil, basta imaginar.

Tudo se pode a sonhar
posso ser o que quiser
ninguém vai controlar
se a imaginação quer.

Sonhar é que faz andar
e dá à vida felicidade
pois porque só a sonhar
fazemos tudo à vontade.

Sonhar todos os dias
sonhar sem limites
viver as tuas alegrias
e tudo que acredites.

José Couto

quarta-feira, 29 de março de 2017

Amor à primeira vista


Ela estava sozinha
ele veio e olhou
ainda será minha
ele logo pensou
mas a pobrezinha
de timidez corou
ele disse ao que vinha
ela nem acreditou
és a minha rainha
o teu rei eu sou
serei teu e serás minha
o nosso amor começou
a vida é uma linha
e a nossa se cruzou.

José Couto

terça-feira, 28 de março de 2017

Rimas de amor


Porque rima dor com amor?
Talvez por a palavra paixão
sentimento com mais furor
também rimar com solidão
quem ama sente uma dor
que aperta forte o coração
e no peito bate com vigor
movido por uma ilusão.

José Couto

segunda-feira, 27 de março de 2017

Homem chora



Será feio um homem chorar?
Certamente que não, digo eu
por vezes não dá para segurar
e cada lágrima que se verteu
é como tempestade no mar
é uma pérola que Deus deu
para a nossa dor aguentar
e esquecer o que aconteceu.

José Couto

domingo, 26 de março de 2017

No teu corpo


No teu regaço eu me perco
no teu colo eu me esqueço
nos teus braços eu me cerco
nas tuas mãos eu esmoreço.

Nos teus ombros eu encosto
nos teus ouvidos eu segredo
nos teus cabelos que gosto
no teu peito eu me entrego.

Nos teus olhos eu me vejo
nas tuas pernas enlouqueço
na tua boca dou um beijo
no teu ventre estremeço.

Na tua mente eu sou nativo
no teu calor eu me derreto
no teu sorriso é que eu vivo
serei o teu amor, eu prometo.

José Couto

sábado, 25 de março de 2017

O cavalo


O cavalo é animal nobre
fiel amigo e imponente
tem elegância que sobre,
dado não se olha o dente.

O cavalo parece dançar
o seu trote é beleza pura
é sincronizado a galopar
é animal de bela figura.

Altivo com as suas crinas
luzidias e bem entrançadas
pelo liso e com curvas finas
patas elegantes e torneadas.

O cavalo, todo ele elegante
seja a passo ou a galopar
sabe o quão é importante
na arte de bem montar.

José Couto

sexta-feira, 24 de março de 2017

Eu escrevo


Eu não escrevo para ti
eu escrevo para o mundo
escrevo aquilo que vivi
o sentimento profundo.

Eu não escrevo a ninguém
escrevo sobre o que sinto
e talvez agrade a alguém
fico contente, não minto.

Eu escrevo só para mim
escrevo para quem gosta
não escrevia algo assim
se não tivesse resposta.

Eu escrevo o sentimento
e assim vou continuar
quem não gosta, lamento
não mudo para agradar.

José Couto

quinta-feira, 23 de março de 2017

Um pai


Um Pai que segura a mão
dá conforto e segurança
é para filho um campeão
o herói de uma criança.

Um Pai pronto a dar amor
se pela noite o filho chora
dá o colo com mais calor
manda o sonho embora.

Um Pai que sabe educar
aconselha o filho e vigia
sempre pronto a ajudar
durante a vida ele guia.

Um Pai é sempre um Pai
protege o filho do perigo
levanta o filho que cai
é companheiro e amigo.

José Couto

quarta-feira, 22 de março de 2017

Na primavera


Primavera, flores coloridas.
campos verdejantes floridos
aparecem as cores garridas
nos canteiros escondidos.

As flores abrem vistosas
as abelhas pairam no ar
procuram flores cheirosas
para o seu mel fabricar.

As pessoas apaixonadas
os pássaros fazem ninhos
as praças mais animadas
com casais agarradinhos.

Na primavera tudo é vida
tudo se enche de alegria
até a cidade fica florida
a primavera é poesia.

José Couto

quinta-feira, 9 de março de 2017

O meu reflexo


Olhei o meu reflexo
nas águas de um rio
pareceu algo complexo
tremido, sem cor e frio.

Olhei o meu reflexo
num grande espelho
fiquei algo perplexo
estava a ficar velho.

Olhei o meu reflexo
nas ondas do mar
era coisa sem nexo
estava a borbulhar.

Olhei o meu reflexo
no meio do teu olhar
vi que estava conexo
pronto para amar.

José Couto

segunda-feira, 6 de março de 2017

Eu em ti, tu em mim


O sol ao fundo no horizonte
sempre que tu estás ausente
sentado no cimo do monte
para te sentir mais presente.

Esta distância que nos separa
nunca será grande suficiente
porque em nada se compara
à tua presença na minha mente.

Porque tu vives dentro de mim
e porque eu vivo  dentro de ti
esta ligação de amor é assim
desde o primeiro dia que te vi.

Mesmo quando estás ausente
eu fecho os olhos para te ver
sentado ao sol quase dormente
sinto o teu calor a me aquecer.

José Couto

domingo, 5 de março de 2017

Só agradece


Vive a vida e só agradece
tudo tem o lado positivo
só agradece o que acontece
depois de ter acontecido.

Só agradece tudo que tens
só agradece as experiências
por vezes são mensagens
que fortalecem vivências.

Só agradece o mau e o bom
só agradece a amizade
agradecer é de bom tom
agradece a liberdade.

Só agradece agradecendo
só agradece é fácil e diz
o que te está acontecendo
só agradece é serás feliz.

José Couto

sábado, 4 de março de 2017

Quem nada tem


Quando não se tem nada
uma simples pedra dura
até parece uma almofada
aconchega com ternura.

Quando não se tem nada
qualquer coisa pode servir
para uma vida amargurada
ter algo que faça sorrir.

Quando não se tem nada
a vida não tem felicidade
é uma pedra carregada
no meio da adversidade.

Quando não se tem nada
até o mais insignificante
como a pedra da calçada
pode ser importante.

José Couto

sexta-feira, 3 de março de 2017

Talento


Se tivesse talento
aventurava escrever
e só por um momento
tinha algo para ler.

Se tivesse talento
contava uma história
e sempre que tento
nada vem à memória.

Se tivesse talento
mesmo por um dia
em tons de cinzento
desenhava poesia.

Seu tivesse talento
tal como um poeta
ganhava o alento
para chegar à meta.

José Couto

quinta-feira, 2 de março de 2017

Escrever um livro


Imortalidade


Devia viver eternamente
tenho tanto para dar
ficaria muito contente
se pudesse cá ficar.

Nunca devia morrer
a vida é algo precioso
tenho tanto que fazer
e morrer é doloroso.

Devia ser um imortal
impossível de matar
uma vida é especial
não devia acabar.

Devia viver, viver
tenho tanto a fazer
a vida é um prazer
não se devia falecer.

José Couto

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Estarei contigo


Estarei ao pé de ti
quando me quiseres
eu estou sempre aqui
dou-te o que me deres.

Estarei sempre contigo
farei parte da tua vida
serei o teu melhor amigo
minha bela adormecida.

Estarei aqui ao teu lado
tu és tudo para mim
és o meu maior pecado
meu amor não tem fim.

Estarei sempre presente
tenho amor que perdura
meu coração está doente
tu és a minha cura.

José Couto

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Sem ti


Sem ti minha querida
vivia numa tristeza
uma tortuosa corrida
uma vida de pobreza.

Sem ti eu não era nada
não tinha qualquer alegria
era pessoa desanimada
pensava que morria.

Sem ti não saberia amar
não tinha sequer vontade
nem sabia quem chamar
vivia na eterna saudade.

Sem ti para quê viver
nada mais fazia sentido
és a razão do meu ser
a razão de ter nascido.

José Couto

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Vim aqui


Vim aqui para te ver
mas tu já não estavas
fiquei assim a sofrer
sabia que me amavas.

Vim aqui para te ver
e tu fugiste de mim
como pôde acontecer
não se faz algo assim.

Vim aqui para te ver
e tu foste embora
fiquei sem saber
o que faço agora.

Vim aqui para te ver
não estavas entre nós
tu não podias morrer
que sentimento atroz.

José Couto

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Estarei contigo


Estarei ao pé de ti
quando me quiseres
eu estou sempre aqui
dou-te o que me deres.

Estarei sempre contigo
farei parte da tua vida
serei o teu melhor amigo
minha bela adormecida.

Estarei aqui ao teu lado
tu és tudo para mim
és o meu maior pecado
meu amor não tem fim.

Estarei sempre presente
tenho amor que perdura
meu coração está doente
tu és a minha cura.

José Couto

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

A vida passa


Não é fácil viver a vida
é uma batalha constante
uma grande luta sofrida
que passa num instante.

A vida é muito dura
para quase toda a gente
é um caminho de agrura
que passa de repente.

A vida é coisa bela
para quem sabe viver
a vida só como ela
que passa a correr.

A vida é um milagre
ainda por desvendar
por vezes doce e agre
que passa a voar.

José Couto

domingo, 19 de fevereiro de 2017

Utopias


Eu tenho esperança
o mundo será melhor
e ficará na lembrança
tudo que tem de pior.

A fome que hoje existe
será coisa do passado
a pobreza que persiste
será algo exterminado.

As guerras por nada
vão todas desaparecer
e a gente desgraçada
poderá voltar a viver.

O mundo será um paraíso
será um lar de alegria
fica aqui este aviso
fica esta utopia.

José Couto

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Cama de Cartão


Aqui sozinho ao luar
tudo parece sereno
a noite passa devagar
tudo fica pequeno.

O frio de inverno aperta
e de noite ainda mais
a cidade está deserta
vejo misérias reais.

Um mendigo tenta dormir
na sua cama de cartão
tem um cobertor a cobrir
a seu lado dorme um cão.

Como é triste assim viver
sem ter familia ou um lar
como gostava de poder
estes infortúnios mudar.

José Couto

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Conto do escuro


O pequeno ursinho pimpão
gostava muito de brincar
era um grande brincalhão
estava sempre a pular.

O ursinho tinha um segredo
quando a luz se apagava
ficava com muito medo
e já não brincava.

A mãe teve então uma ideia
para acabar o medo do escuro
comprou uma bela candeia
o ursinho ficou mais seguro.

Pela noite ele brinca agora
e dorme muito descansado
o seu medo foi embora
o escuro está iluminado.

José Couto

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Inverno em Santo Tirso


A neblina esconde o monte
a cidade está humedicida
não se vê nada no horizonte
Santo Tirso fica esquecida.

A chuva forte está a cair
o rio aumenta o caudal
as águas estão a subir
galgam a ponte pedonal.

O Rio Ave corre lamacento
os campos ficam inundados
esta chuva é um tormento
ficamos todos molhados.

O inverno aqui é rigoroso
mas com certa beleza
é um ambiente faboloso
um quadro da natureza.

José Couto

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Sou tirsense


Sou tirsense porque escolhi
ou serei talvez por mera sorte
não foi o lugar onde nasci
mas ficarei após a morte.

Sou Tirsense de coração
e este amor não é em vão
quando vim conhecer
logo escolhi para viver.

Sou Tirsense porque sou
foi o lugar que me encantou
amo esta terra com beleza
jóia perdida na natureza.

Sou tirsense porque sim
aqui levo a minha vida
nesta terra parte de mim
Santo Tirso, cidade querida.

José Couto

domingo, 12 de fevereiro de 2017

O Polícia protector


Vai sozinho pela rua
passo a passo caminha
mãos atrás das costas
pensando na vidinha.

A todos diz bom dia
a rua é o seu mundo
ele espalha alegria
vive a cada segundo.

Naquela rua protector
conhece cada pessoa
cada alegria cada dor
gente má e gente boa.

A segurança primeiro
boa pessoa sem malícia
daquele giro patrulheiro
nasceu para ser Polícia.

José Couto

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Quem partiu


Quem já partiu, fica aqui
presente na lembrança
com imagem que sorri
onde a memória alcança.

Quem já partiu, fica cá
estando sempre presente
a sua memória perpetuará
junto do descendente.

Quem partiu, é eterno
e nunca irá embora
o seu lado mais terno
lembrado a toda a hora.

Quem partiu, cá ficará
guardado no coração
desde o céu nos olhará
estendendo a sua mão.

José Couto

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Quem sou eu


Quem sou eu? Não sei.
Ainda não me conheço
serei plebeu ou um Rei
nem sei o que pareço.

Como sou eu? Sei lá.
Sou um ser racional
por vezes um louco
sou um fulano de tal.

De onde sou? Ignoro
Sou daqui e dali
não sei onde moro
nem onde nasci.

Que tenho eu? Nada.
Sou pobre e modesto
com riqueza guardada
levando a vida honesto.

José Couto

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Fazendo muros

Podem o muro construir
e haverá sempre solução
bem podem tentar impedir
mas será que conseguirão?

A procura por um sonho
não morre fazendo muros
é um mostrengo medonho
Será que os deixa seguros?

Talvez tentando dialogar
ou tentando compreender
que motivos os faz emigrar?
de que forma querem viver?

Os muros são uma ilusão
e nada vão poder separar
o homem tem no coração
a vontade de melhorar.

José Couto

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Navegando

Um barco à vela a navegar
vai sozinho na imensidão
ondulando ao som do mar
guiado pelo seu capitão.

Ao longe uma tempestade
as nuvens surgem no céu
de repente o medo invade
no horizonte forma um véu.

O capitão segura o leme
vai na tormenta sozinho
é corajoso e nada teme
para popa é o caminho.

Vai navegando pelo mar
enfrentando a natureza
tem medo e sabe admirar
até a tormenta tem beleza.

José Couto